Judeus remanescentes de Gondar são trazidos para Israel


Em setembro do ano que vem todos os restantes judeus etíopes no campo Agência Judaica em Gondar serão levados a Israel e para um acampamento fechado • A Agência Judaica está preparando-os para a vida em Israel.

Todos os judeus etíopes que residem no campo da Agência Judaica de Gondar serão levados a Israel no próximo Rosh Hashaná para um acampamento fechado, segundo informou um representante da Agência Judaica. Estes imigrantes denominados Falash Mura, são descendentes de judeus que se converteram ao cristianismo sob a pressão de missionários durante os séculos 19 e 20, e nos últimos anos têm retornado ao judaísmo. Um avião que levará 238 judeus etíopes de Gondar está programada para chegar ao Aeroporto Internacional Ben-Gurion na segunda-feira. O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu é esperado para cumprimentar os novos imigrantes no aeroporto. Asher Sium, chefe da delegação da Agência Judaica para a Etiópia é a pessoa responsável pelo projeto: “Desde o dia em que o governo decidiu realizar esta operação, em novembro de 2010, 4.550 judeus [da Etiópia] têm imigrado para Israel. Existem agora 1.800 judeus restantes e que estão recebendo orientaç ão e salários da Agência Judaica para ajudá-los a imigrar.

“Este projeto que começou há três anos será concluído até o final do ano e nosso objetivo além de traze-los para Israel é prepará-los para a vida em Israel.” Voluntários israelenses que trabalham na Agência Judaica estão ensinando os judeus em Gondar o hebraico e como é a vida em Israel. “Espero que tenhamos um bom voo e que eu tenha sucesso nos meus estudos quando eu chegar em Israel”, disse Tavachu de 19 anos. Já Gatechu, um ansioso jovem de 17 anos praticava o hebraico e disse: “Eu terei uma boa vida em Israel. Quero ser um piloto e ajudar a minha família.” Neta Sagui de 22 anos, um israelense que se ofereceu para passar três meses no campo de Gondar ajudando os judeus da Etiópia, disse que estava curtindo cada momento lá. “Eles estão ansiosos para ir a Israel por suas visões sionistas. Existem pessoas maravilhosas aqui. A coisa que mais me emocionou foi quando eu ensinei o Hatikvah [hino nacional de Israel]”, disse ela. Cerca de 50 0 estudantes etíopes recebem notas de um a sete e estão sendo preparados em uma escola patrocinada pela Agência Judaica. Uma bandeira israelense e Estrela de David ficar na entrada para a escola. Gazhai Derba de 18 anos está à espera da confirmação da sua elegibilidade para imigrar para Israel. Enquanto espera, ele observa as crianças que foram aprovadas pela agência e diz em hebraico: “Meu sonho é imigrar para Israel. É a terra de nossos antepassados. Acredito que Jerusalém está toda pintada de ouro. Eu não fui aprovado para a imigração porque minha avó não foi capaz de relacionar a história dela com as das gerações passadas “. Durante uma reunião de gabinete no dia 8 de julho, Netanyahu disse: “Aliyah [imigração] a Israel vindo de todos os lugares do mundo é um dos principais objetivos deste governo.” Ele também estabeleceu que dia 01 de abril de 2014 será o prazo para Israel para completar todo o processo de aliá dos últimos 2.200 judeus em Gondar.

Cortesia via e-mail: RUA JUDAICA * 31-10-2012 * JUDAISMO * SIONISMO * HUMANISMO *

Anúncios