Alunos sabatistas só começam a fazer a prova depois que o sol se pôr Pela 2º vez, alunos fazem prova em horário diferenciado no vestibular.


Segundo a religião Adventista, o sábado deve ser respeitado.
Janara Nicoletti
Do G1 SC

sabatistas
Alunos sabatistas participaram de culto neste sábado (15) (Foto: Janara Nicoletti/G1)

Um grupo de estudantes sabatistas foram cedo para a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) para participar de um culto e se preparar para a prova que começa neste sábado (15) à noite. De acordo com o presidente da Coperve, Júlio Szeremeta, cerca de 120 candidatos indicaram ser sabatistas na inscrição.

Szeremeta explica que estes candidatos farão a mesma prova que os demais e terão o mesmo tempo para terminar: quatro horas. “Nossa expectativa é que as provas deles iniciem por volta das 20h, mas isto será negociado com os candidatos. Eles ficarão em um auditório no prédio do curso de Engenharia de Produção e depois que o sol se pôr, devem começar as provas”, explica.
Alguns candidatos chegaram muito antes do fechamento dos portões, para se preparar para a prova. Simone de Souza, de 28 anos e algumas amigas participaram de um culto na manhã deste sábado, na Capela Ecumênica da Universidade. “O pior é ficar sentada até o sol se pôr, mas isto é algo que fazemos com alegria, porque estamos respeitando a nossa religião”, comenta a vestibulanda que concorre à uma vaga no curso de Letras.
saiba mais
Confira a galeria de fotos do Vestibular 2013 da UFSC
Portões fecham e candidatos perdem primeiro dia de provas do Vestibular
Candidatos falam da expectativa para o Vestibular 2013 da UFSC
Lady Rodrigues, de 30 anos, vai fazer vestibular para Secretariado Executivo. Ela reconhece que a espera é cansativa, mas também destaca a importância de poder estar cumprindo algo que julga ser o correto, segundo sua religião. A amiga dela, Bruna de Lara Rodrigues Galvão, de 17 anos, concorda. Ela vai tentar uma vaga para o curso de Jornalismo e conta que no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a experiência que teve foi até divertida: “A gente conversa, encontra amigos. Mas isso depende do fiscal, alguns deixam, outros não, vamos ver como vai ser hoje”, explica.

Elisângela Martins da Silva, de 33 anos, que candidata para Biblioteconomia relembra outro ano em que fez vestibular e aguardou o sol se pôr no sábado. “A gente fez o vestibular e os fiscais até deixaram a gente fazer o JA, um culto jovem dentro da sala. Isto foi bom porque nos acalmamos”, conta. Para enfrentar as cerca de sete horas de espera, as amigas de Florianópolis vieram bem equipadas. Trouxeram roupa, comida, água, além da fé e confiança que demonstram a todo momento.

Esta é a mesma receita que Paulo Ricardo Dias de Oliveira Hasse da Silva, de 20 anos. O candidato à uma vaga para o curso de Sistemas da Informação veio de Porto Alegre (RS,), nesta sexta-feira (14) e está na casa dos amigos. Ele não conhece ninguém do grupo de sabatistas da Capital catarinense, mas já começou a se enturmar com as candidatas da Ilha de Santa Catarina.
“Para nós é prazeroso. É um momento para confraternizar com os amigos. A igreja propõe o descanso de sábado como uma coisa boa para nós, que Deus fez, mas temos liberdade total para seguir ou não. Ficamos felizes em poder fazer isso”, finaliza. O horário de provas diferenciados para os sabatistas é apenas no sábado. As provas de domingo (16) e segunda-feira, eles farão no mesmo horário dos outros candidatos. Os portões fecham às 13h45 e as provas iniciam 14h.
Para ler mais notícias do G1 Santa Catarina, clique em http://www.g1.globo.com/sc/santa-catarina. Siga também o G1 Santa Catarina no Twitter e por RSS.

Anúncios