APÓS PORTUGAL, AGORA CIDADANIA ESPANHOLA PARA JUDEUS SEFARADITAS


O Partido do governo da Espanha apresentou um projeto de lei propondo colocar em prática um processo de concessão de cidadania espanhola aos descendentes de judeus sefaraditas expulsos, informou uma agência de notícias espanhola.

O projeto de lei do Partido Popular propõe naturalizar os candidatos, independentemente do seu país de residência e sem a necessidade de abrir mão de todas as outras nacionalidades que já possuem, de acordo com um relatório divulgado pela agência de notícias Servimédia.

Maimonides

No projeto de lei, o partido “lembra que o exilado tenazmente aderiu com reverência aos seus costumes e raízes através do qual são zelosamente preservados não só o seu amor a Espanha, mas também as suas tradições, a cultura e a língua espanhola”, relatou Servimédia.

O Ministro da Justiça da Espanha, Alberto Ruiz-Gallardón, no ano passado, disse que seu governo estaria oferecendo cidadania aos judeus sefaraditas descendentes das centenas de milhares de judeus que foram forçados a deixar a Espanha durante a Inquisição espanhola, que começou em 1492 antes de expandir até Portugal.

Em abril, o parlamento de Portugal por esmagadora maioria ratificou uma medida de concessão de cidadania aos judeus que são descendentes daqueles expulsos de Portugal. Os funcionários da imigração estão elaborando regulamentos para colocar a lei em vigor.

judeus sefaraditas

A lei Portuguesa, que foi a primeira lei judaica de retorno sem contar a de Israel, foi citada pelo projeto de lei do Partido Popular, que ocupa 185 assentos, dos 350 no Congresso.
“O Partido Popular recorda que Portugal aprovou recentemente uma lei que confere nacionalidade Portuguesa para descendentes de portugueses sefaraditas judeus e que o governo espanhol deve tomar uma medida análoga,” diz o projeto de lei.
O relatório não disse quando o Congresso iria agendar uma votação sobre o projeto de lei.

fonte: rua judaica, 23 de dezembro de 2013

Anúncios