PERMITIDO JOGAR FUTEBOL DE KIPÁ EM ISRAEL


Após protestos de atletas e políticos, a associação de futebol de Israel suspendeu a proibição de usar kippot em suas ligas menores.

O regulamento tinha sido decretado pelo Sindicato dos Árbitros de Futebol, nas últimas semanas, de acordo com um relatório anunciado pela Rádio do Exército. O sindicato disse que estava agindo de acordo com as regras da Associação Internacional de Futebol da FIFA.

“Até o final da temporada, o status quo permanecerá para ligas inferiores, e qualquer jogador religioso que escolher jogar de kipá poderá fazê-lo”, disse a Associação de Futebol de Israel num comunicado. A associação não especificou a sua política sobre os principais jogos do campeonato.

Após o anúncio, muitos protestos por vários jogadores de futebol e pelo ministro Uri Orbach (Habayit Hayehudi).
A imprensa israelense informou sobre o novo regulamento depois que um jogador de Jaffa, Yair Cohen-Tsedek, protestou contra a proibição. De acordo com a Rádio do Exército, ele pediu aos companheiros do Maccabi Kabilio Jaffa, e seus fãs, para que todos usassem kippot em jogos futuros como um sinal de solidariedade com a sua campanha para que o novo regulamento se desmantele.

Um porta-voz do sindicato dos árbitros disse à Rádio do Exército que jogos da liga são realizados de acordo com os regulamentos da FIFA, que determinam o que os jogadores podem usar em campo.

“Se a FIFA emite um regulamento diferente, vamos agir em conformidade”, disse o porta-voz.

Em 2010, Etay Schechter do Hapoel Tel Aviv recebeu cartão amarelo num jogo de qualificação da Liga dos Campeões contra o FC Salzburg por comemorar um gol, usando uma kipá.

Fonte: Rua Judaica 10 de janeiro de 2014.

Anúncios