NETO DE RUDOLF HESS FALA NA HUNGRIA SOBRE O HOLOCAUSTO


Rainer Hoess, o neto do comandante Rudolf Hess do campo de morte de Auschwitz, foi um dos palestrantes em um evento de lembrança do Holocausto, em Budapeste.

Hoess, um ativista contra o neonazismo europeu, falou num evento que marca o 70º aniversário do início do Holocausto na Hungria. Ele foi convidado pela March of the Living-Hungary Foundation, que organizou o evento.

Description: Screenshot from the trailer of the 2013 documentary Hitler's Children, which also features Rainer Hoess, grandson of SS commandant Rudolf Hess. (Photo credit: YouTube screenshot)

“Foi estranho vir para a Hungria, depois do que meu avô fez – especialmente aqui”, disse ele à multidão.

Seu avô foi o responsável pelo extermínio de cerca de 400.000 judeus húngaros no campo de extermínio de Auschwitz em junho de 1944.

Depois, Hoess disse ao JTA que ele estava “nervoso de estar aqui no palco.”

Embora a maioria dos palestrantes enfatizou que “nenhum descendente tem culpa pelos pecados de seus antepassados”, a presença de Hoess criou uma atmosfera fria.

Alguns sobreviventes na platéia disseram ao JTA que o discurso de cinco minutos de Hoess foi muito curto e não suficiente.

“Não é fácil viver com esse nome”, disse um sobrevivente, acrescentando: “Seria ótimo ver os descendentes de nazistas húngaros fazerem o mesmo para enfrentar os pecados de seus pais.”

Description: Rudolf Hess (left) and Joachim von Ribbentrop in the defendants' box during the 1946-7 Nuremberg Trials (photo credit: Truman Library / Wikipedia)

Hoess passou quatro dias em Budapeste e participou de reuniões face-a-face com sobreviventes húngaros do Holocausto. Em uma escola na capital húngara, ele realizou uma sessão de perguntas e respostas com 200 alunos.

Ilan Mor, embaixador de Israel na Hungria, em um discurso de abertura na cerimônia elogiou a Marcha da Fundação por estar lá e por seus esforços para impedir a ascensão do sentimento anti-Israel em toda a Europa.

 fonte: Rua Judaica 28/11/2014

Anúncios