EM BUSCA DA JUSTA RECOMPENSA AOS REFUGIADOS JUDEUS



O Presidente Reuven Rivlin falou na primeira cerimônia, realizada até hoje em Israel, para homenagear os 800.000 judeus que foram expulsos, fugiram ou deixaram suas casas voluntariamente de países que vão desde o Marrocos ao Irã, além da injustiça histórica e sobre como reembolsar esses judeus que tiveram que sair de suas propriedades.

 

Description: http://judeusarabes.files.wordpress.com/2014/03/196321_10150116494719189_7415946_n.jpg?w=604

 

“Amigos, essa voz, essa história, deve ser ouvida no âmbito do sistema de ensino, nos canais de mídia, nos auditórios e nas instituições oficiais do país, e ela precisa ser ouvida na arena internacional também. E a injustiça histórica deve ser corrigida, também sob a forma de pagamentos e reembolsos “, disse Rivlin.

 

Description: C:Usersosias wurmanAppDataLocalMicrosoftWindowsTemporary Internet FilesContent.OutlookKETLFX3ZIMG_7516.JPG

 

Rivlin elogiou os imigrantes judeus de países árabes pelas suas contribuições para Israel, dizendo que eles não se renderam, apesar dos desafios que eles enfrentam.

“Apesar das dificuldades, eles contribuíram com uma parte central na prosperidade florescente do Estado de Israel. E hoje temos a honra de ouvir as suas vozes altas e orgulhosas e as palavras eloquentes de seus filhos e filhas”, disse Rivlin.

 

Description: President Rivlin speaks at a ceremony marking the day of expulsion of Jews from Arab countries and Iran. (Photo: Mark Nieman/GPO)

 

“Ainda hoje, Teerã e Aleppo, Bagdá, Saná e Tripoli, ainda não permitem que judeus israelenses a visitem, e tesouros culturais e bens deixados lá foram vandalizados e saqueados mais de uma vez pelos regimes odiosos”, disse Rivlin.

“Este dia, que marca a expulsão e exílio dos judeus dos países árabes e do Irã, é uma oportunidade de começar uma justiça histórica, com um ponto de vista sóbrio e revigorado que não ignora os problemas do passado. Mas mais do que isso, este dia nos pede para recordar e abraçar em nossos corações os tesouros culturais criados nessas comunidades judaicas dos países árabes e do Irã, e conhecer o importante papel que desempenharam na criação do futuro comum hoje tecido aqui como parte da história do Estado de Israel”, Rivlin continuou.

 

Description: http://www.owurman.com/images/noticias_da_rua_judaica_28_11_14_clip_image002_0013.png

Rivlin concluiu seu discurso mencionando o cancelamento de uma apresentação do cantor israelense Amir Benayoun na residência do presidente, após o cantor ter lançado uma música sobre um estudante árabe em Jerusalém, que é uma “escória ingrata” e planeja esfaquear ouvintes com um machado, logo que eles estiverem de costas.

“Eu quero terminar reiterando e sublinhando que a residência do presidente não pertence ao presidente. Fui eleito para servir todos os cidadãos de Israel. Agora e sempre, tenho objeções a boicotes e eu não boicoto ninguém. É claro que, um artista não precisa de permissão de ninguém para se expressar, dentro dos limites da liberdade de expressão”, disse Rivlin.

“No entanto, a residência do presidente, como a casa de todos os cidadãos de Israel, pode e deve ter o cuidado de mostrar carinho e respeito por todos os cidadãos de Israel. Além disso, ele deve ser sensível às tendências e opiniões públicas, e a atmosfera na rua, especialmente em tempos tensos e sensíveis como estes”, acrescentou Rivlin.

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu também fez uma declaração, no domingo passado, sobre a expulsão dos judeus de países árabes.

“Hoje nós marcamos pela primeira vez a expulsão e saída de centenas de milhares de judeus de países árabes e do Irã durante os primeiros anos da criação do Estado de Israel.

Description: http://judeusarabes.files.wordpress.com/2014/03/aleppo-jewish-wedding-1914.jpg?w=604

Há uma boa razão para que este dia seja comemorado um dia depois do dia 29 de novembro – estados árabes que não aceitaram a resolução das Nações Unidas sobre a criação de um Estado Judeu forçaram os judeus que viviam em seu território a deixar suas casas, deixando seus bens para trás. Em alguns casos, a expulsão foi acompanhada por tumultos e violência contra judeus. Temos trabalhado e vamos continuar a trabalhar para que eles, e suas propriedades, não sejam esquecidas”, disse Netanyahu.


ASSISTA AO VÍDEO SOBRE OS JUDEUS DOS PAÍSES ÁRABES:

http://www.youtube.com/watch?v=ihOlgDx6-UE&sns=em

 fonte: rua Judaica 05 de dezembro de 2014.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s