ESTATÍSTICA DE INCIDÊNCIA DE CÂNCER EM ISRAEL É ALARMANTE:


Israel tem a maior taxa de linfoma não-Hodgkin (NHL) do mundo, e ocupa o segundo lugar na taxa de mortalidade da doença, de acordo com dados divulgados pela Associação Israelense de Câncer (ICA) e do Ministério da Saúde no Dia Mundial do Câncer, que foi lembrado em 04 de fevereiro. Os dados referem-se ao ano de 2012, durante o qual 1.304 novos doentes com LNH foram diagnosticados em Israel. Israel tem 18,1 pacientes com linfoma por 100.000 homens e 14,6 pacientes por 100.000 mulheres. A taxa de mortalidade é de 4,8 homens para cada 100 mil mulheres e 3,5 por 100.000. O Líbano é o único país com uma taxa de mortalidade mais elevada: 8,6 homens por 100.000 mulheres e 6,6 por 100.000. Ora Paltiel, uma hematologista da Universidade Hebraica de Jerusalém, acredita que os números alarmantes podem ser explicadas por um componente genético: “Estudos mostram que os judeus estão em maior ri sco de contrair estas doenças”, diz ela. “O segundo componente são os pesticidas. Porque Israel é um país muito pequeno, sem separação entre as áreas agrícolas e não agrícolas, há uma maior exposição a pesticidas.” Entre os homens judeus, há 15,7 pacientes com linfoma por 100.000, em comparação com 12,4 em 1990. Entre as mulheres judias, existem 11,8 pacientes com linfoma em comparação com 11,3 em 1990. Entre as mulheres árabes, existem 10 pacientes com linfoma por 100.000, em comparação com 6,7 em 1990. O número de pacientes com linfoma entre os homens árabes ligeiramente caiu de 10,8 em 1.990 para10,4 em 2012.Um total de 25.531 novos pacientes com câncer foram diagnosticados em Israel, em 2012, e 10.640 morreram da doença naquele ano. Segundo os dados, um em cada três israelenses vai ter câncer durante a vida. O tipo mais comum de câncer entre os homens de Israel é o câncer de próstata, e o tipo mais comum entre as mulheres de Israel é o câncer de mama, que também é o tipo mais fatal de câncer entre as mulheres. O tipo mais fatal de câncer entre os homens é o câncer de pulmão.

 Fonte: Rua Judaica 06/02/2015

Anúncios