A Torah nos Caracteres Chineses


Partindo do princípio que a origem da humanidade é comum a todos os povos, teriam os povos ao redor do globo terrestre e especificamente  a civilização chinesa alguma informação que comprovasse o relato bíblico, por exemplo sobre o Dilúvio e a Arca de Noé ou sobre a Torre de Babel?

“A China apresenta em sua história uma civilização ininterrupta de 4.500 anos. As origens dos caracteres são obscuras. Remontam até o ano 2.500 a.C.

O pano de fundo dessa forma de tradição incomum dos conteúdos pré-históricos pode ser bem reconstruído. os chineses fixaram-se na China logo depois da dispersão. Seu povo viveu por cerca de dois mil anos em completo isolamento, livre de influências externas de outras culturas. Já muito cedo estabeleceram uma civilização avançada e perceberam os benefícios da comunicação escrita…

O “vocabulário básico” do idioma chinês compreende cerca de 5 mil caracteres. Cada um é formado por um número de radicais (os ditos pictogramas) que varia de 1 a 17. Existem 214 radicais diferentes.”

Bereshit/Gênesis 3 – Jardim do Éden

ideogramas chineses 1

Bereshit/Gênesis 6,7,8,9 – Dilúvio 

ideogramas chineses 2

Bereshit/Gênesis 11 – Torre de Babel 

ideogramas chineses 3

Relatos sobre o Dilúvio e Torre de Babel no mundo

Diluvio mundial

Fonte: Criação – Criacionismo Bíblico – Alexander vom Stein – Daniel Verlag – Sociedade Criacionista Brasileira, págs. 99 e 101. 

Anúncios