JUDEUS E MUÇULMANOS JUNTOS NO CANADÁ


Uma sinagoga no Canadá abriu as suas portas para a comunidade muçulmana local depois que uma mesquita próxima foi incendiada em um crime de ódio, após os ataques terroristas em Paris no início do mês. Os chefes da sinagoga Beth Israel, em Peterborough, convidaram os fiéis muçulmanos a rezar na sinagoga depois que coquetéis Molotov foram jogados na Masjid Al-Salaa (Mesquita da Paz). A mesquita, a única na cidade, sofreu danos que foram avaliados em US$ 80.000. O presidente da sinagoga Larry Gillman disse que quando ele ouviu falar do incêndio, ele estendeu a mão para o conselho da sinagoga e perguntou-lhes se eles estavam dispostos a partilhar o seu espaço de oração com a comunidade muçulmana. Eles votaram unanimemente a favor. “Como canadenses temos que ficar juntos”, disse Gillman a CBC. “Não é sobre religião, não é sobre a raça. Canadenses fazem isso.” “Estamos trabalhando juntos”, disse Kenzu Abdella, o presidente da Associação Re ligiosa Muçulmana Kawartha. “Nós temos mais semelhanças do que diferenças … No final do dia, é uma casa de Deus.” Esta semana, os fiéis muçulmanos vieram rezar na sinagoga duas vezes e as duas comunidades realizaram uma festa de jantar juntos. A comunidade local também conseguiu levantar US$ 110.000 para a reconstrução da mesquita, US$ 30.000 a mais do que era necessário para a obra.

www.ruajudaica.com

Anúncios