B’rit Hadashá: parte 1


6. Leia Yirmeyahu 31:31-34. O que esses versos significam, tanto no contexto imediato daquele tempo como em nosso contexto hoje?
Yirmeyahu proferiu essas palavras em meio à maior crise que o povo já havia enfrentado: a iminente invasão Babilônica, quando a nação se via diante da ameaça de uma extinção quase certa. Contudo, como pode ser visto também em outras passagens, o Eterno lhes ofereceu esperança: a promessa de que aquele não seria o fim, e de que eles teriam outra chance de prosperar na presença do Eterno. Assim, a primeira promessa da “B’rit Hadashá [nova aliança]” é encontrada, na Bíblia, no contexto do eventual retorno de Yisra’el do exílio Babilônico, e da bênção que D’us lhes concederia por ocasião do retorno. Assim como a quebra da B’rit feita no Sinai (Yirmeyahu 31:32) os levou para o exílio, a renovação dessa aliança os preservaria, e manteria a esperança deles quanto ao futuro. Como a B’rit do Sinai, a B’rit Hadashá seria relacional, e incluiria a mesma lei, Asseret Hadibrot [as dez falas; os dez mandamentos], porém, agora, escritos não apenas em duas pedras, mas no coração das pessoas, onde deviam ter permanecido durante todo o tempo.

nova aliança

“A mesma Torah que havia sido gravada em duas pedra é escrita pelo Ruach haKodesh nas tábuas do coração. Em vez de buscar estabelecer nossa própria justiça, aceitamos a justiça do Mashiach. Seu sangue expia nossos pecados. Sua obediência é aceita em nosso favor. Então o coração renovado pelo Ruach haKodesh produz ‘o fruto do Espírito’. Mediante a graça do Mashiach viveremos em obediência à Torah de D’us, escrita em nosso coração. Tendo o Espírito do Mashiach, andaremos como Ele andou” (patriarcas e profetas, p. 372 contextualizado). Sob a B’rit Hadashá, os pecados deles seriam perdoados, eles conheceriam o Eterno por si mesmos e obedeceriam à Torah de D’us por meio do poder do Ruach haKodesh que neles atuaria. Na B’rit anterior, por sombras e símbolos, e na B’rit Hadashá, em realidade, a salvação sempre foi pela confiança, uma confiança que revelaria “o fruto do Espírito”.

Estudo Diário 

Leitura Chumash parashat Mikêts, 4ª Alyá (Genesis 41:53-42:18) Tehilim 120-134; Leitura RpSp: B’midbar 34 Leitura Anual: 2 Timóteo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s