O contraste no deserto


“Então o Ruach haKodesh/Espírito levou Yeshua ao deserto para ser tentado pelo Adversário.” (Mattityahu [Mt] 4:1).
Imagine esta cena da perspectiva do próprio hasatan. O Ser divino e exaltado
que ele conhecia como Ben HaElohim [Filho de D’us] havia Se humilhado e
assumido a forma humana a fim de salvar a humanidade. Era o mesmo Yeshua
contra quem ele havia guerreado no Céu e que o tinha expulsado, bem como
seus anjos (ver Revelação [Ap] 12:7-9). Mas qual era a condição de Yeshua naquele
momento? Ele havia Se tornado um ser humano enfraquecido, sozinho
num deserto hostil, sem nenhum apoio evidente. Certamente Yeshua seria então
um alvo fácil para os enganos do inimigo.

tentação de jesus 2

“Quando o Ben HaElohim e hasatan, pela primeira vez, se defrontaram em
conflito, o Mashiach era o comandante das hostes celestiais; hasatan, o cabeça
da rebelião no Céu, fora expulso dali. Então, podia ser dito que as condições se
haviam invertido, e o adversário explorou o máximo possível sua suposta vantagem”
(O Desejado de Todas as Nações, p. 119 contextualizado).
Que contraste! Embora Samael [Satan] tenha procurado ser “como o Altíssimo”
(Yeshayahu [Is] 14:14), Yeshua havia Se esvaziado da glória do Céu. Nessa
cena, podemos ver a imensa diferença entre o egoísmo e o altruísmo; a vasta
diferença entre o que é santidade e o que é pecado.

3. Compare Yeshayahu [Is] 14:12-14 com Filipenses 2:5-8. Qual é a diferença
entre o caráter de Yeshua e o de hasatan?
Imagine como os anjos que haviam conhecido Yeshua em Sua glória celestial
devem ter contemplado o que estava ocorrendo quando esses dois inimigos
se encontraram face a face, num tipo de conflito que os dois nunca haviam
experimentado antes. Embora tenhamos a distinta vantagem de saber como o
confronto terminou, os anjos e todo o Céu não tinham essa vantagem. Assim,
devem ter assistido ao conflito preocupados, e com absoluta atenção.
Hasatan se exaltou. Yeshua se humilhou até a morte. O que podemos aprender
com esse grande contraste, e como podemos aplicar essa importante verdade a nossa
vida? Como isso deve impactar nossa maneira de tomar decisões, especialmente
aquelas nas quais nosso ego está em jogo?

ESTUDO DIÁRIO
Tazria, 2ª Alyá (Vayikrá [Lv] 13:6-13:17)
Tehilim [Sl] 119:1-96
RPSP: Shmuel Bet [2Sm] 1
Leitura Anual: Shmuel Bet [2Sm] 11 e 12

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s