4 – Fundamentação para Uma Interpretação Intertextual das Escrituras


 Desde o próprio início da Bíblia encontramos textos que se referem ou se ligam a outros textos. Bereshit/Gênesis 1 e 2 relatam a mesma história da Criação, mas de ângulos diferentes. Cada relato responde a diferentes perguntas. De Bereshit ao Apocalipse, a Bíblia nos convida a entrar em um diálogo dinâmico, uma associação de ideias a partir da qual surge a expressão da vontade de D’us para a humanidade.

Abraao_

              As histórias dos patriarcas partilham uma linha comum – a bênção que D’us pretende conceder a todos os seres humanos por meio de Abraão e seus descendentes. O pacto sinaítico entre D’us e Israel informa os encontros subsequentes entre D’us, seu povo escolhido, e as nações. Ao longo das Escrituras, a Torah mede a fidelidade do povo de D’us à aliança. Repetidamente, os livros proféticos se referem aos primeiros livros da Bíblia que expõem os fundamentos da aliança.

Dr. Ganoune Diop

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s