5 – Os Profetas e Seu Uso da Torah


 

               A linguagem dos profetas pressupõe a realidade da aliança entre D’us e seu povo Israel. Os próprios profetas foram enviados como mediadores da aliança. Levar o povo de D’us à conformidade com a Torah era sua principal preocupação.

                De várias maneiras os escritores bíblicos mencionam a Torah. Profetas como Amós/Ámos e Oséias/Hoshe’a usam nomes patriarcais a fim de ilustrar a condição de seus contemporâneos, esperando estimulá-los a viver à altura de sua vocação como descendentes dos patriarcas.

                Nos escritos proféticos, o nome Jacó/Yacov é usado paralelamente ao nome Israel para se referir ou ao Reino do Norte (Am 3:13; 7:01-08) ou ambos os reinos em conjunto. O tratamento de “Jacó”, porém, vai além de um mero referencial; está impregnado de implicações teológicas. Amós emprega o nome Jacó em um contexto de julgamento. Provavelmente isto visava lembrar aos israelitas a situação precária de Jacó em um tempo de dificuldade e o seu desamparo na ausência da intervenção divina. A sobrevivência do patriarca é refletida pelo uso do nome Jacó em Amós 08:09, significando a continuação de Israel como um remanescente, enquanto provia um eco da promessa ao patriarca.

                Oséias foi ainda mais longe no uso dos eventos da vida do patriarca para traçar paralelos com o povo de D’us no oitavo século a.C. Em Oséias 12, o profeta se refere à vida de Jacó em suas duas fazes. A primeira foi caracterizada pela desconfiança em D’us, que resultou em confiança em si mesmo, os fins justificando os meios, a troca da verdade, integridade e retidão pela falsidade. A segunda foi um itinerário de fé, arrependimento e reforma. Oséias emprega ambas as fases para denunciar as condições de seus contemporâneos e então exortá-los a moldar suas vidas de acordo com a segunda fase da vida do patriarca.

                Os profetas também usam localidades significativas da história de Israel para lembrar ao povo os eventos muito importantes que realçam a situação específica que eles estão vivendo. Este é o caso no uso em Oséias de nomes tais como “Jezreel” (Os. 01:04-05, 11). “o vale de Acor” (Os. 02:15), “Mispa e Tabor” (Os. 05:01), e “Gibeá” e “Ramá” (Os. 05:08).

                Preeminentes entre os textos proféticos que mostram associações com a Torah são os textos messiânicos. Por exemplo, Isaías 61:01-03, ao proclamar “liberdade aos cativos” no “ano aceitável do Eterno”, ecoa a linguagem do Jubileu de Vaicrá/Levítico 25:08-12. O ano do jubileu continha tais conceitos como “restituição da propriedade”, “a libertação dos escravos” “o cancelamento de dívidas”, e “o descanso da terra”. A conexão entre estes textos é mais adiante desenvolvida na B’rit Hadashah (veja Lc. 04:18).

                Adicionalmente, os profetas com frequência se referem às mensagens reveladas aos seus predecessores. Daniel, por exemplo, se refere às profecias de Jeremias, concernentes à duração do exílio (Dn. 09:02). Ezequiel menciona Noé, Daniel e Jó como exemplos de homens justos (Ez. 14:14). Na última profecia da Bíblia Hebraica, Malaquias legitima os vínculos com o passado e a conexão com o futuro (Ml 04:05-06).

Profeta

                O trato de D’us com seu povo e com todas as famílias da Terra é um relato contínuo ou e progresso. Por isso, os próprios profetas fazem referência e interpretam os escritos uns dos outros, lendo eventos contemporâneos à luz dos eventos passados. Essa interpretação interbíblica aparece em vários níveis.

1 – Os escritores bíblicos podem usar aspectos linguísticos para ligar vários textos.

2 – Eles também podem usar um entrelaçamento de temas para associar vários episódios da história da salvação. Partindo desta perspectiva, os temas da criação, o dilúvio, o êxodo, e a aliança são exemplos para os futuros encontros de D’us com seu povo e com outros povos.

3 – Os profetas usavam topônimos para ilustrar os problemas reais que eles desejavam para atrair a atenção do povo. Em Oséias, Jezreel e Gibeá são exemplos d tais artifícios. Os escritores bíblicos também usavam nomes patriarcais para descrever a situação do povo de D’us em seu tempo. Tal é o caso com os nomes Jacó e Efraim em Amós e Oséias.

                De fato, toda a Bíblia Hebraica é um mundo de conversação. Textos se refere a outros textos, episódios. O leitor entra em um mundo de encontros entre D’us e a redenção da humanidade. Relatos de seres humanos, sejam “sucessos” ou “fracassos” são contados como eles são. Além disso, o leitor das Escrituras é convidado a seguir as linhas do relato e testemunhar surpreendentes transformações. Por exemplo, como o vale de Acor, o cenário da tragédia de Acã em Josué 07:24-26, torna-se um lugar de repouso (Is. 65:10) e até mesmo uma porta de esperança em Oséias (02:15)? Interrogações se relacionam umas com as outras em vários níveis.

                Ademais, a mudança de profecia clássica para profecia apocalíptica (no princípio, durante e depois do exílio, e mesmo nos escritos da B’rit Hadashah) abre perspectivas fascinantes para a compreensão da revelação bíblica.

                Além das profecias que ligam o passado ao presente ou futuro, encontramos uma interligação de povos, eventos, temas e histórias. Convidam-nos a considerar a interligação de povos, eventos, temas e histórias. Convida-nos a considerar a intertextualidade bíblica, com sua característica singular de ser parte de um cânon, presidido e inspirado pelo Ruach Hakodesh (II Tim. 03:16).

                A interligação de povos, eventos e instituições introduz a tipologia como uma importante chave hermenêutica para a Bíblia Hebraica, para Yeshua e para os escritores da B’rit Hadashah.

 

Dr. Ganoune Diop

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s