7 – O Mashiach, o Centro da Interpretação Interbíblica


                Como Yeshua interpretava a Bíblia Hebraica? Como ele e os escritores da B’rit Hadashah compreendiam a relação de Yeshua e a Bíblia Hebraica? Um texto chave pode ser esclarecedor.

                No contexto de Mattityahu/Mateus  05:17-18, Yeshua declara inequivocamente:

                “Não penseis que vim revogar a lei ou os profetas; não vim para revogar, vim para cumprir. Porque em verdade vos digo: até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da Lei, até quer tudo se cumpra. ”

                O “cumprir” neste contexto tem sido entendido de várias maneiras: “encher”, “expandir”, “completar”; não, obviamente “levar a um fim”.

                Sendo que o contexto de uma passagem – em particular o entrelaçamento dos temas que estão “tecidos juntamente” – é determinante na interpretação de uma palavra, o que o contexto imediato de Mateus 5 transmite no que concerne à palavra “cumprir”?

judeu chale

                O contexto é um debate concernente à justiça dos fariseus versus a justiça dos seguidores de Yeshua. Ele especifica aos seus ouvintes:

                “Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder em muito a dos escribas, jamais entrareis no reino dos céus” (Mat. 05:20). Ele então prossegue para ilustrar o que quer dizer, mostrando a profundidade do que foi revelado na Torah. Yeshua cumpre a Torah. Ele a confirma restaurando-a ao seu pretendido escopo.

                A implicação da declaração de Yeshua relatada por Mateus é a de que a Bíblia Hebraica não é anulada pela B’rit Hadashah. Isto é mais adiante corroborado nas declarações de Yeshua que têm por fim defender a Palavra de D’us acima das tradições humanas.

Dr. Ganoune Diop

Anúncios