Shabat no Mashiach


Em Mattityahu [Mt] 11:20-27, Yeshua começou com uma poderosa repreensão
a algumas das cidades de Galil que o rejeitaram. O que torna tão assustadora
essa repreensão e sua advertência de condenação é que essas cidades
haviam recebido grandes oportunidades de conhecer a verdade (HaEmet). O
Mashiach, a Verdade (Yochanan [Jo] 14:6), tinha andado como ser humano entre
seus habitantes. E, se isso não bastasse, também havia realizado ali “muitos
milagres” (Mattityahu [Mt] 11:20); contudo, eles não quiseram se arrepender.
Na verdade, Yeshua disse que, se os “milagres” (Mattityahu [Mt] 11:23) que Ele
havia feito em Kfar-Nachum tivessem sido feitos em Sdom, “teria ela permanecido
até ao dia de hoje”. Em outras palavras, eles eram piores do que os sodomitas.
Logo depois disso, nos versos 25 a 27, Yeshua começou a orar, agradecendo
ao Pai e falando sobre seu relacionamento com Ele. Reconheceu, também, tudo
o que o Pai lhe havia concedido, mostrando ainda mais claramente que as cidades
que O rejeitaram enfrentariam consequências trágicas.

Sábado e Jesus

1. Leia Mattityahu [Mt] 11:28-30. Por que essas palavras de Yeshua foram colocadas
exatamente nesse ponto, logo após sua oração e depois da lamentação
sobre as cidades incrédulas?
Depois de condenar a incredulidade e reafirmar Sua intimidade com o Pai,
Yeshua ofereceu, a todos os cansados, descanso nele. Em outras palavras, Ele
estava dizendo às pessoas que não cometessem o mesmo erro que aquelas cidades
haviam cometido ao rejeitá-Lo. Ele tem autoridade e poder para cumprir o
que promete, e prometeu que, quando formos a Ele, encontraremos descanso
para a alma. Em vista do contexto, esse descanso inclui Shalom, a certeza da
gueulá ( גאולה ) e a esperança que aqueles que o rejeitam não têm.
O que mais Yeshua quis dizer quando prometeu que nos dará descanso? Isso
significa inatividade? Quer dizer que qualquer coisa serve? Claro que não.
Yeshua tem um padrão muito elevado para nós; vimos isso na derashá do Monte.
Mas o relacionamento com o Mashiach não tem o objetivo de nos deixar
exaustos. Aprendendo dele, imitando-o e imitando seu caráter, podemos achar
descanso para muitos fardos e problemas da vida. Como veremos, uma das expressões
desse descanso se encontra na guarda do Shabat.
Como você experimenta o descanso prometido por Yeshua? Qual e a relação entre
ser “manso e humilde” e carregar um fardo leve?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s