Todos os Povos


           Muitas pessoas não percebem que há duas ocasiões nos escritos da Bessorá
em que as multidões foram alimentadas: a primeira multidão era de judeus;
a segunda, de goyim. Em ambos os casos, Yeshua teve “compaixão” das
pessoas.

6. Leia Mattityahu [Mt] 15:29-39 e compare com Mattityahu [Mt] 14:13-21.
Quais são as semelhanças e as diferenças entre as duas histórias?
           É surpreendente essa cena de milhares de goyim vindo para ser ensinados,
amados e alimentados pelo jovem Rabbi. Hoje, olhando para trás e compreendendo
a universalidade das boas novas, podemos facilmente deixar de perceber
que algo desse tipo deve ter parecido incrível e inesperado, tanto para judeus
quanto goyim. Sem dúvida, Yeshua estava tirando todos de sua zona de
conforto.

Pessoas.png

           Contudo, este sempre foi o plano de D’us: atrair a Ele todas as pessoas do
mundo. Um verso surpreendente das Escrituras Hebraicas testifica dessa verdade:

“Acaso não sois para Mim como os filhos dos etíopes, ó filhos de Israel? –
diz o Eterno. – Não retirei Israel da terra do Egito, aos filisteus de Caftor, e Aram
de Kir?” (Amos [Am] 9:7).

           O que D’us estava dizendo ali? Que estava interessado não só na vida de Israel,
mas de todos os povos? Que estava interessado nos filisteus? Uma leitura
cuidadosa do Tanach revela essa verdade sempre presente, embora ela tivesse
se tornado tão obscura ao longo dos séculos, que Yeshua teve que lembra-los
dessa verdade bíblica básica esquecida.

7. Leia Romanos [Rm] 4:1-12. De que forma as boas novas sobre o Mashiach
e sua universalidade estão retratados nesses versos?

 

Beth Midrash – Escola Sabatina – 2/2016 

Pessoas.png

Anúncios