Participando da Raiz e da Seiva da Oliveira – VIII – Ieshua e Yohanan ben Zakkai


 

Como foi afirmado anteriormente[1], Sigal até cria um vínculo pessoal entre Ieshua e os rabis posteriores a 70 d.C. ao afirmar que o fundador de Yavneh e do “rabinismo” Iohanam ben Zakkai, não era apenas um contemporâneo de Ieshua, mas, visto que passou 20 anos na Galileia, inclusive antes e depois do período do ministério público de Ieshua, provavelmente era um colega dele:

“Jesus foi inicialmente discípulo e depois colega de proto-rabis na Galileia. O mais célebre deles era Iohanam ben Zakkai. Minha hipótese é que Jesus e Iohanam tinham a mesma idade e, em última análise, foram colegas na Galileia. Jesus teria sido um discípulo moderno e colega dos proto-rabis durante a década de 20-30, enquanto Iohanam ben Zakkai estava na Galileia, e Jesus no seu período de formação. Ambos provavelmente estudaram nas escolas de Hillel e Shammai e ambos tomaram direções independentes. Durante o período da liderança de Iohanam em Yavneh não houve nenhuma ação contra os cristãos. ”[2]

enxerto na oliveira 4

            As mortes de Hillel e Shammai situam-se por volta do ano 10 d.C. e 30 d.C. respectivamente, e o nascimento de Jesus, por volta de 4 a.C. Se essas datas forem razoavelmente exatas, é até possível que Ieshua se sentasse aos pés, quer de Hillel, quer de Shammai, ou de ambos, principalmente quando se recorda que os garotos judeus atingiam a maioridade, religiosamente e nos demais campos, aos doze anos de idade. Que a Ieshua já começara o aprendizado da religião com essa idade, está registrado em Lucas 2:40-52 onde está dito que Ieshua se enchia de sabedoria e que ele passou três dias entre os rabis (didaskalon, “mestres” o termo aqui empregado por Lucas significa evidentemente o mesmo que rabi, e é sem dúvida a tradução grega de rabi usada ao longo dos evangelhos de forma geral) discutindo assuntos religiosos com eles e deixando-os extasiados com suas respostas. Seja qual for o caso, Ieshua obviamente estudou com os rabis durante a juventude na Galileia. Assim como Iohanam ben Zakkai.

Jesus judeu

            Parece quase impossível que dois jovens estudantes tão brilhantes nos estudos rabínicos, que viviam e trabalhavam na mesma região restrita da Galileia não tivessem ouvido falar dos ensinamentos um do outro. Ademais parece bastante provável que eles se procurassem, como sugere Sigal, para longos debates. Claro, como não há prova documental, tudo o que temos é a probabilidade.

            Sigal acredita que o motivo da expulsão dos seguidores do rabi Ieshua do judaísmo não foi a atitude de Ieshua, nem de seus seguidores, no tocante à Lei, nem a teologia das primeiras décadas da era cristã.

“Em nenhum momento durante as cinco primeiras décadas que se seguiram à crucificação, o judaísmo cristão e o judaísmo pré-rabínico foram totalmente incompatíveis”.

            Mas ao invés disso, os judeus do período após 70 d.C. não opunham-se aos cristãos que retornaram a Jerusalém (eram “gente de paz”, como Iohanam ben Zakkai, que também fugiu da guerra romana na capital) e à expansão e ao êxito do seu movimento (por exemplo, a perseguição movida por Saulo aos seguidores de Ieshua, At. 8:3).[3]

            Seja qual for a razão desse antagonismo, Sigal termina o livro com esta fértil conclusão:

“Se os judeus cristãos não houvessem sido expulsos das sinagogas depois de 90 d.C., e houvesse permanecido um segmento do judaísmo, está dentro do campo da possibilidade que Jesus teria merecido um lugar no panteão proto-rabínico”.[4]

Autor: Leonard Swidler, Ieshua- Jesus Histórico, EP, 1993, págs. 83 e 84.  

 

[1] Veja artigo VII.

[2] Sigal, Halakhah of Jesus, pp. 248ss.

[3] Idem, p. 7ss.

[4] Idem, p. 159.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s