Enquanto esperamos a vinda do Mashiach


Os talmidim haviam acabado de admirar a gloriosa cena dos raios do sol refletidos do Templo. A expectativa judaica tradicional era que o Mashiach viria e se assentaria no trono de David, exaltaria o Templo de Jerusalém e finalmente ocorreria a ressurreição dos mortos e tudo o mais, muito semelhante ao Judaísmo atual.

 Porém, Yeshua, desejando dirigir a atenção deles para as realidades que a Kehilá de crentes nEle enfrentaria no futuro próximo e no fim dos tempos, enigmaticamente lhes deu uma dose de realidade ao dizer:

 ““Vocês veem tudo isto? […] Eu lhes digo que eles serão totalmente destruídos – nem uma pedra ficará em pé!”” (Mattityahu [Mt] 24:2). (Ele fez menção a destruição do Templo de Jerusalém)

 Surpresos com o comentário dEle, os talmidim (discípulos) perguntaram:

 “Diga-nos, quando acontecerão essas coisas? E qual será o sinal da sua vinda e de que o ‘olam hazeh está terminando?” (verso 3).

 Em Mattityahu [Mt] 24:4-31, Yeshua mencionou as coisas que aconteceriam no mundo antes de Sua vinda. Ao revelar os sinais, Yeshua advertiu que ainda não seria o fim (Mattityahu [Mt] 24:6) e que “tudo isso, entretanto, é o princípio das ‘dores de parto’”. (Mattityahu [Mt] 24:8).

 Os talmidim não haviam entendido, como muitos ainda hoje não entendem, que em Sua primeira vinda o Mashiach precisava lidar com o pecado nos termos da Torah, isto é, o pecado leva a morte do culpado, e que o Eterno havia feito uma provisão profética (nevuá) nos serviços do Tabernáculo de Moshe, que precisavam se cumprir nEle:

 “E porá sua mão sobre a cabeça da oferta de elevação, e esta será aceita para servir-lhe de expiação.” Vaicrá/Levítico 01:04 – Bíblia Hebraica Sêfer.  Não haveria perdão sem derramamento de sangue, esse é um conceito bem judaico e bíblico.

 “Na verdade eram os nossos sofrimentos que suportava, e as dores que o oprimiam, mas nós o considerávamos um ser aflito, golpeado e ferido por Deus. Ferido estava, porém, por nossas transgressões, e oprimido por nossas iniquidades…todos nós, como ovelhas, nos desencaminhamos…sobre ele fez o Eterno recair a iniquidade de nós todos. Foi oprimido e afligido, mas calou e não se pronunciou. Como cordeiro que é levado para a matança, e como ovelha que fica muda ante seus tosquiadores, não abriu a boca.” Ieshaiáhu/Isaias 53:04-07 – Bíblia Sêfer [1]

Torah  Scroll

 Nos termos da Torah, o perdão só era possível por um sacrifício, mas, um sacrifício superior aqueles, e que seria estendido a todo o mundo, porém, e posterior a esse sacrifício, algo terrível iria acontecer a cidade de Jerusalém e ao Templo:

“…e depois dos 62 períodos será abatido o ungido e não haverá outro; o povo de um monarca que virá destruirá a cidade e o Santuário…” Daniel 09:26 – idem.

O Mashiach iria ser abatido e não haveria outro e consequentemente os serviços do Templo teriam cumprido seu papel e seria destruído pelos romanos.

A visão tradicional dos talmidim estava centrada em Jerusalém e nos serviços do Templo, porém, Yeshua ampliou a visão, mostrando que a missão do Mashiach não seria restrita a Israel e ao povo judeu, mas, seria estendida a todo o mundo:

“E estas boas-novas a respeito do Reino serão anunciadas em todo o mundo como testemunho a todos os goyim. E então virá o fim. ” (Mattityahu [Mt] 24:14).

 Nesse discurso, os primeiros 35 versos de Mattityahu [Mt] 24 nos motivam a levar os sinais a sério, mas Yeshua também nos diz como devemos esperar o “fim do Olam Hazê” (Mattityahu [Mt] 24:3). Em outras palavras, não devemos ficar apenas sentados esperando que Ele venha, como quando ficamos sentados na parada esperando um ônibus. Não! Temos muita coisa para fazer enquanto esperamos a segunda vinda do Mashiach.

 1. Leia Mattityahu [Mt] 24:36–25:46. Cada uma dessas parábolas fala sobre o que o povo de D’us deve fazer enquanto espera a vinda do Mashiach. Em essência, o que o que Yeshua está dizendo nessas parábolas? Individualmente, e como congregação, estamos seguindo corretamente as instruções de Yeshua em cada uma delas?

Nos textos citados, Yeshua começou a exortar seus talmidim sobre a maneira pela qual Seus verdadeiros seguidores irão esperar Sua volta. Durante esse período os talmidim de Yeshua estarão sempre preparados. Enquanto esperam, mostrarão amor, cuidado e respeito uns aos outros; permanecerão vigiando, se prepararão com antecedência e terão responsabilidade para com sua própria condição espiritual. Multiplicarão os recursos que D’us colocou em suas mãos, investirão talentos e dinheiro na causa de D’us, respeitarão o verdadeiro caráter de seu D’us de amor e se importarão com os “pequeninos”.

[1] Por fidelidade as Escrituras não foram inclusos os parênteses interpretativos externos, a Bíblia se auto interpreta.

Um comentário sobre “Enquanto esperamos a vinda do Mashiach

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s