Beber nas Fontes/Drinking at the Sources


O cisma entre Israel e a igreja cristã está enraizado em uma realidade profunda na história.Quando Ieshua disse que Ele era o Messias, Sua alegação não teria consequências em uma terra ocupada pelas legiões romanas desde 66 aC? Em uma terra onde os líderes dos movimentos de resistência regularmente tinham sido proclamados reis e messias de Israel por seus seguidores, o que significou a pretensão de Ieshua? 

beber-nas-fontes

Infelizmente, aventuras messiânicas não eram incomuns naqueles tempos! Muitos deles terminaram em atrozes massacres; de Judas, o Galileu, que pregou revolta contra Roma, quando Ieshua era criança, a Bar-Kokhba, e, especialmente, uma vez que esta última manifestação foi liderada por um Mashiach auto-proclamado com uma personalidade avassaladora.

As palavras de Caifás que era melhor que um homem morresse para salvar a nação deve ser entendida à luz da dura realidade da repressão romana, que foi responsável por mais de 600.000 vítimas crucificadas.

“Beber nas Fontes” separa fato histórico da ficção em uma tentativa de descobrir que é o responsável pelo ódio que cristãos e judeus carregam até hoje. Ele procura identificar, do ponto de vista de cada lado, os fatores decisivos e os argumentos de cada um que construíram um muro de separação quase que insuperável. 

jacques_doukhan

Dr. Jacques Doukhan é um judeu adventista e professor universitário nos Estados Unidos. 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s