Julgamento precipitado


Muito do que Eliphaz disse a Iyov estava correto. Isto é, ele fez muitas colocações
válidas, que foram expressas na Bíblia posteriormente. Contudo, havia algo
muito errado em sua resposta a Iyov. O problema foi o contexto, pois as verdades que
ele estava expressando não se aplicavam àquela situação.

“Nenhuma verdade a Bíblia ensina mais claramente do que aquela segundo a qual o que fazemos é o resultado do que somos. Em grande parte, as experiências da vida são fruto de nossos próprios pensamentos e ações”1 .

tolo

Contudo, você poderia imaginar um “tsadik” bem-intencionado indo até alguém
numa situação como a de Iyov e lendo para essa a afirmação mencionada acima? Teria sido muito melhor se esse “tsadik” bem-intencionado tivesse, em vez disso, seguido este conselho:

“Muitos pensam que estão representando a justiça do Eterno, enquanto deixam inteiramente de Lhe representar a ternura e o grande amor. Muitas vezes aqueles a quem eles tratam com severidade e rispidez se acham pressionados pela tentação. O Satan está lutando com essas pessoas, e as palavras ásperas, destituídas de compaixão, desanimam-nas, fazendo-as cair presa do poder do tentador”2.

Havia muito mais coisas acontecendo ali do que Eliphaz e todos os outros, inclusive
Iyov, sabiam. Portanto, o julgamento precipitado de Eliphaz, mesmo com toda a
sua teologia correta, era dificilmente a coisa certa a se fazer, dadas as circunstâncias.
6. Por que os seguintes textos devem ser os primeiros em nossa lista quando lidamos
com alguém que, segundo pensamos, tenha cometido erros? Mattityahu [Mt] 7:1, 2; Romanos [Rm] 2:13; 1Coríntios [1Co] 4:5.
Mesmo que Eliphaz estivesse certo e Iyov, de fato, fosse o responsável por aquele
sofrimento, as palavras de Eliphaz foram imprudentes e inoportunas. Todos nós, em
algum momento, precisamos de compaixão e solidariedade, não de um “sermão”.
É evidente que há um momento e lugar para receber uma advertência. Mas quando
um homem está sentado num monte de cinzas, com sua vida arruinada, seus filhos
mortos e seu corpo coberto de feridas, esse com certeza não é o momento certo.

1 – Ellen Gould White.

2 – Idem. 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s