Cada dia já possui tzarot suficientes!


A Bíblia reflete uma realidade cruel a respeito da vida em nosso mundo caído: o
mal e o sofrimento são reais. Somente fazendo uma leitura superficial das Sagradas
Escrituras e tirando alguns textos do contexto, poderíamos pensar que a vida aqui seja
razoável, justa e boa, e que, se apenas permanecermos fiéis ao Eterno, não teremos
sofrimento.

4. Pense no destino imediato das pessoas descritas nos versos a seguir. A vida
foi justa com elas?
Iyov [Jó] 1:18-20______________________________________
Bereshit [Gn] 4:8_____________________________________
Shemot [Êx] 12:29, 30__________________________________
Shmuel Bet [2Sm] 11:17_________________________________
Yirmeyahu [Jr] 38:6___________________________________
Mattityahu [Mt] 14:10__________________________________
Hebreus [Hb] 11:35-38__________________________________
É evidente que a fidelidade pode trazer muitas recompensas hoje, mas
isso não quer dizer que ela construa uma barreira completa para a dor e o sofrimento.
Na derashá do Monte, Yeshua falou uma mensagem poderosa, indicando por que
devemos confiar em D’us e não nos preocupar com o que comeremos, beberemos
ou vestiremos. Yeshua utilizou exemplos da natureza como lições objetivas sobre as
razões pelas quais podemos confiar na bondade do Eterno para satisfazer nossas necessidades. Ele então acrescentou estas famosas palavras: “Não se preocupem com
o amanhã – o amanhã se preocupará consigo mesmo! O dia de hoje já possui tzarot
suficientes!” (Mattityahu [Mt] 6:34).
Repare: “O dia de hoje já possui tzarot suficientes!” Yeshua não estava negando
a presença do mal em nossa vida, mesmo a presença diária do mal (o termo vem de
uma palavra cujo significado pode ser “maldade”, “depravação” e “malignidade”).
Na verdade, era o contrário. Yeshua estava reconhecendo o predomínio e a presença
do mal em nosso dia a dia. Como o Mashiach poderia não reconhecer isso? Como Senhor, Ele tinha muito mais conhecimento sobre o mal no mundo do que qualquer um
de nós poderia ter, ainda que todos nós já conheçamos bem esse assunto.

injustica

Quem já não provou um pouco, ou muito, do quanto a vida pode ser injusta e amarga? O
fato de que Yeshua reconheceu a realidade do mal pode nos trazer conforto e força em meio à maldade deste mundo?

Anúncios