Fundações da segunda maior sinagoga destruída em 1938 são descobertas




Arqueólogos da Polônia Ocidental encontraram os alicerces
da New Synagogue que foi destruída em 1938.

As ruínas encontradas na cidade polonesa de Wroclaw pertenciam à segunda maior sinagoga antes da guerra.  As escavações arqueológicas estão sendo realizadas, com o apoio financeiro do presidente alemão Frank-Walter Steimeier.

O prédio foi construído em 1865 e tinha quatro torres e uma cúpula de setenta jardas. A sinagoga servia à comunidade judaica liberal e foi destruída durante a Kristallnacht em novembro de 1938. Atualmente no local onde ficava a sinagoga está erguido um monumento.

As obras arqueológicas foram iniciadas pela Fundação Bente Kahan e pela comunidade judaica em Wroclaw. Os US$ 28.000 utilizados para as escavações faziam parte do Prêmio Ignatz Bubis, concedido ao presidente alemão Frank Walter Steimeier.  Este  prêmio é dado a pessoas cujas atividades públicas são caracterizadas pelos valores incorporados pelo líder judeu alemão Ignatz Bubis (1927-1999). Steinmeier recebeu o prêmio em janeiro deste ano.

Arqueólogos descobriram as fundações e fragmentos do chão da entrada da sinagoga. O instituto Bente Kahan quer que o 80º aniversário da Kristallnacht, que será realizado ano que vem, seja lembrado neste lugar.

www.ruajudaica.com

Anúncios