Enchendo os celeiros – 4


3. Leia Lucas 12:15-21. Qual é a mensagem desse texto? Como esse princípio se aplica a alguém que não seja necessariamente rico?
Quer sejamos ricos quer pobres, o desejo de possuir as coisas pode desviar a
mente do que realmente importa e fazer com que nos concentremos, em vez
disso, no que é apenas temporal, fugaz e que resultará em morte eterna.
Provavelmente jamais nos curvemos diante de uma estátua de ouro ou prata
nem a adoremos. No entanto, ainda podemos estar em perigo de adorar o ouro e a
prata em outras formas.
Essa realidade é aplicável em muitas partes do mundo, onde a vida é dedicada
quase que exclusivamente à aquisição de bens. Em uma escala global, os varejistas
tornaram a venda de seus produtos uma forma de arte. Toda a sua estratégia de
marketing é desenvolvida para nos fazer pensar que não podemos ser felizes nem
satisfeitos até que tenhamos o que eles estão vendendo. Uma empresa muito bem-
-sucedida criou um produto, fez-nos pensar que precisávamos dele, e depois o vendeu para nós. E a verdade é que funcionou! Mesmo para nós, cuja esperança está no Olam Habá, não estamos a salvo desse engano.prosperidade -financeira.png

4. Leia Devarim 8:10-14. Qual é o perigo descrito nessa passagem (Dt 8:10-14)?
Será que o acúmulo de riqueza e posses materiais faz crescer a espiritualidade, o amor a D’us e o desejo pelas coisas celestiais e espirituais? Você pode encontrar exemplos disso na Bíblia ou no mundo de hoje?

Anúncios