O Cordeiro de D’us


3. Leia Yochanan 1:29; Revelação (Apoc.) 5:12 e 13:8. Que imagem esses textos têm em comum?
Reflita sobre a importância dela na compreensão do plano da yeshuá ao chamar Yeshua de “Cordeiro de D’us”, Yochanan hamatvil estava fazendo uma referência inconfundível ao Templo. Ainda mais diretamente, ele estava se referindo à morte do Mashiach pelo pecado como o único cumprimento dos sacrifícios de todos animais sacrificados no serviço do Templo que já haviam sido mortos como sacrifício
pelo pecado.

sacrificio

De fato, a bessorá apresenta  primeiramente Yeshua em seu papel como cordeiro de D’us que carrega o pecado do mundo.
Mas a história do Mashiach e seu trabalho em favor da nossa yeshuá não terminam na bessorá, nem mesmo com Sua morte e ressurreição.
Desde seu início, o livro de Hebreus aborda o tema do Mashiach como Cohen Gadol no Santuário do Céu após a conclusão de seu trabalho como o corban. Desde
a primeira menção ao Mashiach no exercício dessa função depois do madeiro (Hb 1:3), os capítulos seguintes do livro fazem referência a Yeshua como Cohen Gadol. A descrição de seu trabalho no Santuário do Céu é plenamente detalhado em Hebreus
7:1-28.
4. Leia Hebreus 7:1 a 28. O que o autor disse sobre Yeshua?
Embora esses versos sejam muito profundos e ricos, a essência de sua mensagem é que o sacerdócio de Yeshua HaMashiach é superior ao dos cohanim da linhagem de Aharon no serviço do Templo terrestre. Mas agora, em vez de um sacerdócio terrestre em um Templo terrestre, temos um Cohen Gadol celestial que ministra em nosso favor no Santuário do Céu. Portanto, ao olharmos para Yeshua, podemos vê-Lo como nosso Cohen Gadol no Santuário do Céu.

Anúncios