Era Messiânica


Mattityahu registra, no capítulo 25 de seu livro, o momento em que perguntam para Yeshua que sinais haveria antes dele voltar. O primeiro sinal indicado por ele é o engano; os emissários são alertados de que muitos falsos mestres e messias apareceriam.

flavio josefo

Flávio Josefo (Guerra dos Judeus, vi. 5.4) atesta que no primeiro século havia muitos falsos messias. O mais famoso talvez seja Bar Kokhba; ele liderou uma revolta contra Roma (132-135). Essa revolta não foi bem-sucedida, e muitos judeus foram mortos brutalmente pelos romanos. Os judeus foram banidos de Yerushalayim; a cidade santa converteu-se em uma cidade pagã, de índole helenística, e foi construído um santuário a Júpiter no monte do templo (SKARSAUNE, 2004, p. 47).
Outras sinas da volta do Mashiach seriam: guerras e rumores de guerra, o fato de as pessoas
estarem distraídas com coisas banais, a fome, e o fato de que o amor se esfriaria. Existem alguns paralelos importantes entre os sinais apresentados por Yeshua para seu retorno e os sinais apresentados no tratado talmúdico de sanhedrin:

talmud soncino 2

“[…]Ele disse a ele: “Isto é o que R. Yohanan disse, ‘A geração à qual o filho de David virá será aquela na qual os discípulos dos sábios crescem menos”
G.” e, quanto aos outros, seus olhos se desgastam com o sofrimento e suspirando,
H. “e os problemas serão muitos e as leis duras, renovando-se para sempre, para que o
novo se apresse antes que o antigo tenha chegado ao fim”.
I. 82
A. Nossos rabinos ensinaram sobre a autoridade Tannaita:
B. O ciclo de sete anos em que o filho de David virá:
C. Quanto ao primeiro, o seguinte verso da Escritura será cumprido: “E farei chover sobre
uma cidade e não sobre outra” (Amós 4: 7).
D. Quanto ao segundo ano, as flechas da fome serão enviadas.
E. Quanto ao terceiro, haverá uma grande fome, na qual homens, mulheres e crianças
morrerão, homens piedosos e trabalhadores – maravilha da mesma forma, e a Torá será esquecida
por aqueles que a estudarem.
F. Quanto ao quarto ano, haverá muito o que não é suficiente.
G. Quanto ao quinto ano, haverá grande prosperidade, e as pessoas comerão, beberão e se regozijarão, e a Torá será restaurada para aqueles que a estudarem.
H. Quanto ao sexto ano, haverá rumores.

I. Quanto ao sétimo ano, haverá guerras.” (NEUS COMENTÁRIO 2011, 16: 518)

anjos sinais dos tempos
Há consideráveis paralelos entre os acontecimentos descritos por nossos sábios com base na Torá e os acontecimentos destacados por Yeshua HaMashiach. Yeshua também diz que o templo seria destruído; a destruição do templo fora profetizada em Daniel (Dn 9.26-27). Existe um forte consenso na tradição judaica de que a desolação da qual Daniel falava se tratava da
destruição do templo pelos romanos; grandes Rabis medievais, como Rashi, concordavam que essa profecia deveria ser aplicada ao cerco de Jerusalém (DOUKHAN, 2017, p.155).
Depois de falar dos vários sinais que antecederiam sua vinda, Yeshua informa a importância de se estar preparado. Yeshua diz que virá como um ladrão à noite, ou seja, muitos serão pegos de surpresa; como vimos anteriormente, nossos sábios dizem que os discípulos da geração que antecede o messias seriam os menos preparados. Yeshua conta uma parábola onde ele fala de dez damas de honra, as quais representam os seus seguidores antes da sua vinda.
A parábola das dez damas de honra traz um alerta para que todos estejam preparados para os últimos momentos da história. As cinco jovens néscias estavam despreparadas; não tinham azeite suficiente (Ruach Hakodesh). Elas estavam aguardando o noivo, mas não da forma correta. Kenneth E. Bailey (2016, p.276) observa: “A vida no reino de D’us exige compromisso de
longo prazo. Não há discipulado instantâneo nem amadurecimento instantâneo na plenitude do reino.” Aqueles que seguem Yeshua devem viver na iminência de seu retorno, se preparando todos os dias; O clímax dessa parábola é o grito: “O noivo chegou! Saiam ao encontro dele!” (BAILEY, 2016, P. 271).

estudo bíblicoA pergunta dos seguidores levou Yeshua a descortinar os acontecimentos históricos que precederiam sua vinda em glória, mas não para por aí. Ele queria deixar todos os seus seguidores cientes de que é necessário estar pronto. Ninguém sabe o momento em que o Mashiach irá retornar; ele virá como um ladrão, isto é, de surpresa. É de suma importância que todo o que espera esse momento esteja constantemente estudando o Tanach e a Brit Hadashá, e que conheça as profecias, pois assim como Bar Kokhba levou consigo muitos à morte, muitos líderes têm levado os fiéis à ruína.

Para maiores informações da relação entre os ensinos de Yeshua e dos sábios acesse:

https://herancajudaica.wordpress.com/2018/06/20/mattityahu-24-e-25-introducao/

Anúncios