Cinco irmãs corajosas


  • #

    Um pai sem filhos homens morre no deserto

    No livro bíblico de Números, há uma curta passagem que muitas vezes ignoramos. É a história de um homem israelita chamado Zelofeade, que deixou o Egito sob a liderança de Moisés e morreu no deserto, antes de entrar na Terra Prometida. No momento da sua morte, ele tinha cinco filhas. Tragicamente, de acordo com a lei bíblica, simplesmente não havia maneira de sua propriedade ficar na família porque somente os herdeiros masculinos poderiam herdar os seus bens.

  • #

    A coragem de cinco jovens mulheres

    As cinco filhas de Zelofeade eram muito jovens para se casar, mas não estavam dispostas a esperar passivamente. Aproximaram-se bravamente de Moisés, pedindo que a lei da herança fosse revista para incluir a prole feminina. O pedido delas era simples: “Por que o nome de nosso pai deveria desaparecer de seu clã por não ter tido um filho? Dê-nos propriedade entre os parentes de nosso pai” (Nm. 27:4). Quando lemos esse versículo traduzido, não nos parece particularmente especial. 

Virgens sábias.png

  • #

    É hora de agarrar o verdadeiro significado

    No hebraico original, a palavra “propriedade” é aḥuza (אחוזה), da raiz AḤZ (אחז), que significa “agarrar”. Ao longo da Bíblia, este poderoso termo indica dinamismo e confiança. Esta mesma palavra hebraica aparece na descrição de Jacó “agarrando” o calcanhar de Esaú no ventre (Gn. 25:26) e de Moisés “agarrando” a cobra pela cauda (Êx. 4: 4). As filhas de Zelofeade corajosamente pediram a revisão da lei que Deus passou no Monte Sinai.

Fonte:

https://israelbiblicalstudies.com/pt/

 

Anúncios