Arquivo da Categoria: Beth Midrash – Lições da Escola Sabatina

Habessorá no Tanach

Em Gálatas 3:8, Shaul disse: “Também o Tanach, antevendo que D’us consideraria os gentios justos quando vivessem mediante a confiança e a fidelidade, contou antecipadamente as boas-novas a Avraham, dizendo: “Por meio de você, todos… Continuar lendo

Considerado Tsadik

4. Por que Shaul apelou primeiramente a Avraham ao examinar as Escrituras em busca de confirmação para sua mensagem? Gl 3:6 Avraham é uma figura central no judaísmo. Não somente foi o pai… Continuar lendo

Fundamentado nas Escrituras

Até Gálatas 3:5, Shaul defendeu a mensagem de sermos declarados justos por causa da emuná (fé) – justificação pela confiança – apelando ao acordo feito com os líderes em Yerushalayim (Gl 2:1-10) e… Continuar lendo

Gálatas estúpidos!

1. Leia Gálatas 3:1-5. Resuma abaixo o que Shaul disse a eles. Em que sentido podemos estar em perigo de cair na mesma armadilha espiritual, de começar bem e depois distorcer a guarda dos… Continuar lendo

Emuná e o Tanach

“O Messias nos redimiu da maldição pronunciada na Torá ao se tornar amaldiçoado em nosso lugar; porque o Tanach diz: ” Maldito todo aquele que é suspenso no madeiro ” (Gl 3:13 citando Dt 21:22,… Continuar lendo

A Torá Requer

“A Torá tem sido considerada longamente. Ela tem sido apresentada às congregações de modo quase tão destituído do conhecimento de Yeshua HaMashiach e de Sua relação para com a Torá como ocorreu com a oferta… Continuar lendo

A emuná promove o pecado?

Uma das principais acusações contra Shaul era a de que a mensagem da justificação pela confiança (emuná) apenas encorajava as pessoas a pecar (Rm 3:8; 6:1). Sem dúvida, os acusadores argumentavam que, se as… Continuar lendo

A Obediência da emuná

Shaul deixou claro que a emuná (fé) é absolutamente fundamental para a vida religiosa. É o meio pelo qual lançamos mão das promessas que temos no Mashiach. Mas o que é emuná, exatamente? O que… Continuar lendo

A Base da nossa Justiça

“Ser encontrado unido a ele, desprovido de qualquer justiça pessoal baseada no legalismo, possuidor, porém, da justiça decorrente da fidelidade do Mashiach, justiça proveniente de D’us com base na confiança.” (Fp. 3:9) Os judeus seguidores… Continuar lendo

O cumprimento da Torá

3. Shaul disse três vezes em Gl 2:16 que uma pessoa não é declarada justa por “cumprir mitzvot”. O que ele quis dizer com a expressão “cumprir leis da Torá”? O que os seguintes textos… Continuar lendo

A questão da “justificação” (ser declarado tsadik)

1. Em Gálatas 2:15, Paulo escreveu: “Somos judeus por nascimento e não ‘goyim pecadores´”. O que ele quis dizer com essas palavras? As palavras de Shaul devem ser entendidas no seu contexto. Na… Continuar lendo

Justificação, tsedaká, mitzvot e emuná?

Como vimos nos estudos anteriores, Shaul confrontou Kefa publicamente em Antioquia pela falta de coerência entre a fidelidade que ele defendia e o comportamento que ele apresentou. Na melhor das hipóteses, a decisão de Kefa… Continuar lendo

Mesmo os Melhores Homens

“Mesmo os melhores homens, se deixados a si mesmos, cometerão graves erros. Quanto mais responsabilidades forem colocadas sobre o agente humano, quanto mais elevada for sua posição para mandar e controlar, mais dano ele certamente… Continuar lendo

A Preocupação de Shaul

A situação em Antioquia estava tensa: Shaul e Kefa, dois líderes, estavam em conflito aberto. Shaul não se conteve quando pediu a Kefa que explicasse seu comportamento. 6. Por que Shaul confrontou Kefa publicamente?… Continuar lendo

Confronto em Antioquia

Algum tempo após a reunião decisória de Jerusalém, Kefa fez uma visita a Antioquia da Síria, o local da primeira kehilá de não-judeus (goyim) e a base das atividades de anúncio da bessorá de Shaul… Continuar lendo

Unidade na diversidade

3. Leia Gálatas 2:1-10. Shaul disse: os “que se fazem passar por irmãos se infiltraram em nosso meio – eles vieram às ocultas para espionar a liberdade que temos no Mashiach Yeshua e… Continuar lendo

B’rit milá e os falsos irmãos

2. Por que a b’rit milá foi um ponto tão importante na controvérsia entre Shaul e alguns judeus crentes no Mashiach? Gn 17:1-22; Gl 2:3-5; 5:2, 6; At 15:1, 5. A b’rit milá… Continuar lendo

A importância da unidade na Kehilá

1. De acordo com 1Co 1:10-13, qual é a importância de manter a unidade na Kehilá? Tendo refutado todas as alegações de que sua bessorá não havia sido dada pelo Eterno, Shaul dirigiu sua… Continuar lendo

A unidade da bessorá

“Então, completem meu trabalho mediante o propósito e o amor comuns, sendo um no coração e na mente” (Fp 2:2).  A Unidade da kehilá deve ser sempre preservada, contanto que isso não custe a… Continuar lendo

Judeus de nascimento

“Em quase todas as kehilot havia alguns membros judeus de nascimento. A esses conversos muitos mestres tinham fácil acesso e, por meio deles, ganhavam um ponto de apoio nas comunidades. Com argumentos bíblicos, era impossível… Continuar lendo

A Origem da Bessorá de Shaul

7. Os perturbadores da Galácia alegaram que a bessorá de Shaul era dirigida por seu desejo de obter a aprovação dos outros. Em sua carta, o que Shaul poderia ter feito de maneira diferente, se… Continuar lendo

Nenhuma outra bessorá

5. O que normalmente aparece depois da saudação inicial nas cartas de Shaul? Qual é a diferença em Gálatas? Gl 1:6; Rm 1:8; 1Co 1:4; Fp 1:3; 1Ts 1:2. Embora Shaul tivesse abordado… Continuar lendo

Bessorat Shaul – Chessed veshalom

3. Além de defender sua autoridade, o que Shaul enfatizou em sua saudação aos gálatas? (Compare Gl 1:3-5 com Ef 1:2; Fp 1:2; e Cl 1:2.) Uma das características singulares das cartas de… Continuar lendo

O chamado de Shaul

Embora os escritos de Shaul geralmente sigam o formato básico das cartas antigas, Gálatas contém uma série de características únicas. Essas diferenças podem nos ajudar a entender melhor a situação com a qual Shaul… Continuar lendo

Shaul, o escritor de cartas

1. Leia 2Pd 3:15, 16. Como a comunidade naquela época considerava os escritos de Shaul ? O que isso nos ensina sobre a inspiração? Quando Shaul escreveu aos gálatas, sob a orientação do… Continuar lendo

Habessorá e a autoridade de Shaul

“Por acaso busco agora a aprovação humana? Não. Desejo a aprovação de D’us! Ou estou tentando agradar às pessoas? Se eu ainda fizesse isso, não seria servo do Messias.” (Gl 1:10) Estudantes de uma universidade… Continuar lendo

Shaul haShaliach

“Anteriormente, Shaul haShaliach havia sido reconhecido como zeloso defensor da fé judaica e implacável perseguidor dos seguidores de Yeshua. Corajoso, independente, perseverante, seus talentos e preparo o teriam capacitado a servir quase em qualquer atividade.… Continuar lendo

Conflitos dentro da kehilá

Tudo que é humano é imperfeito, e não demorou muito para que começassem os problemas naquela comunidade de fé. Para começar, nem todos ficaram satisfeitos com a entrada dos goyim na comunidade. A divergência não… Continuar lendo

As boas novas chegam aos goyim

4. Onde foi estabelecida a primeira sinagoga dos goyim? Quais acontecimentos ocasionaram a ida dos crentes para lá? Qual lembrança do tanakh essa história traz? At11:19-21, 26; Dn 2 A perseguição que irrompeu em… Continuar lendo

Shaul em Damasco

Durante seu encontro com Yeshua, Shaul ficou cego e foi instruído a ir à casa de um homem chamado Yehudá (Judas). Ali ele deveria aguardar a visita de Hananyah. Sem dúvida, a cegueira… Continuar lendo

Shaul recebe a crença no Mashiach

“Quem é o senhor?”, ele perguntou. “Eu sou Yeshua, e você está me perseguindo.” (At 9:5). Embora a perseguição de Shaul contra os seguidores de Yeshua tivesse começado de maneira bastante discreta (no… Continuar lendo

Perseguidor

Shaul aparece pela primeira vez em Atos como um dos envolvidos no apedrejamento de Estevão (At 7:58) e, em seguida, em conexão com a ampla perseguição que irrompeu em Jerusalém (At 8:1-5). Kefa (Pedro), Estevão,… Continuar lendo

Shaul: o rabi dos goyim

“Ouvindo essas coisas, eles pararam de objetar e começaram a louvar a D’us, dizendo: ‘Isto significa que D’us também concedeu que os goyim façam teshuvá e tenham vida!’” (At 11:18) Não é tão… Continuar lendo

As boas novas em Gálatas – הבשורה באיגרת אל הגלטים

    INTRODUÇÃO  O livro de Gálatas aborda temas fundamentais de uma forma diferente de todos os outros livros da Bíblia. Nessa igueret (carta), Shaul falou sobre liberdade, a função da Torá na… Continuar lendo

A questão do sofrimento e o significado da vida

Albert Camus escreveu muitas coisas sobre sua luta para encontrar respostas para a questão do sofrimento e o significado da vida que se torna mais problemática por causa do sofrimento. Sua citação mais… Continuar lendo

Fatos que não se veem

Embora o caso de Iyov seja extremo, ele reflete a triste realidade do sofrimento em nosso mundo após a queda. Não precisamos da história de Iyov nem de outras histórias da Bíblia para… Continuar lendo

Cada dia já possui tzarot suficientes!

A Bíblia reflete uma realidade cruel a respeito da vida em nosso mundo caído: o mal e o sofrimento são reais. Somente fazendo uma leitura superficial das Sagradas Escrituras e tirando alguns textos… Continuar lendo

Destinos injustos

Novamente Eliphaz falou a verdade, assim como os outros amigos haviam falado, dessa vez, porém, a respeito da pecaminosidade de todo ser humano. 3. Leia Iyov [Jó] 15:14-16. Que verdade Eliphaz apresentou a… Continuar lendo

Sangue inocente?

Muitas vezes ouvimos sobre o assunto do sofrimento de “inocentes”. A Bíblia até mesmo utiliza a expressão “sangue inocente – dahm hanaki” (Yeshayahu [Is] 59:7; Yirmeyahu [Jr] 22:17; Yoel [Jl] 3:19), geralmente no… Continuar lendo

O protesto de Iyov

Eliphaz, Bildad e Tzofar tinham um argumento: D’us pune o mal. Infelizmente, o argumento  deles não se aplicava à situação de Iyov. O sofrimento de Iyov não era um exemplo de castigo retributivo.… Continuar lendo

Sangue inocente

O escritor argelino Albert Camus lutou com a questão do sofrimento humano. Em seu livro The plague [“A peste”], ele utiliza uma peste como metáfora para os males que provocam dor e sofrimento… Continuar lendo

Sartán – סַרְטָּן

Como dissemos nos posts anteriores, é importante tentar nos colocarmos no lugar dos personagens da história, pois isso pode nos ajudar a compreender seus motivos e ações. Eles não sabiam da batalha que acontecia por… Continuar lendo

HaMavet HaSheni*

Certamente, a maior e mais poderosa manifestação do juízo retributivo será no fim dos tempos (Et Ketz), com a destruição dos ímpios, chamada na Bíblia de “segunda morte (Hamavet HaSheni)” (Revelação [Ap] 20:14).… Continuar lendo

“Se D’us criar uma criação inédita”

Muito tempo depois da morte de todos os personagens do livro de Iyov, foram registrados nas Escrituras muitos exemplos do direto castigo divino sobre os maus, bem como das bênçãos para os fiéis.… Continuar lendo

Retribuição divina

Central nos argumentos dos amigos de Iyov foi a ideia de que o Eterno é justo e que o pecado atrai o castigo divino sobre os maus e bênçãos especiais sobre os bons.… Continuar lendo

“Nunca compreenderemos a verdade e a realidade”

2. Leia Iyov [Jó] 11:7-9 e Yeshayahu [Is] 40:12-14. Que verdade é expressa nesses versos? Por que devemos sempre nos lembrar dela? Há muita coisa sobre o Eterno que não conhecemos e, apesar… Continuar lendo

Castigo retributivo

“Podes apreender o que há de mais recôndito em D’us? Podes conhecer os propósitos do Todo-Poderoso?” (Iyov [Jó] 11:7) O problema do sofrimento humano certamente continua a assombrar a humanidade. Vemos pessoas “boas”… Continuar lendo

Negligenciando a Misericórdia

Como vimos, não é que Eliphaz não tivesse compaixão de Iyov; é que simplesmente ela ficou em segundo plano, pois ele via como sua maior necessidade defender o caráter de D’us. Afinal de… Continuar lendo

Julgamento precipitado

Muito do que Eliphaz disse a Iyov estava correto. Isto é, ele fez muitas colocações válidas, que foram expressas na Bíblia posteriormente. Contudo, havia algo muito errado em sua resposta a Iyov. O… Continuar lendo

O louco lançando raízes

No capítulo 5, Eliphaz continuou com sua argumentação. Basicamente ele disse a mesma coisa que tinha dito no capítulo anterior: o mal acontece apenas com pessoas más. Imagine como Iyov deve ter se… Continuar lendo